Onze horas

São quase onze horas. A chuva crespa o chão noturno limpando a decomposição diária, decomposição dos corpos e da mente daqueles que pela cidade vivem. E na típica figura do homem inconformado pela própria conformação tal som ébrio é o alívio dos sentimentos reclusos. É momentaneamente deixar de lado os …

A crônica de uma vida crônica

Nasci. Que maçada! Agora tenho que respirar por conta, me alimentar por conta. E o mais estranho, até penso em visitar o médico, pois de fato me preocupa, blocos gosmentos e fedidos saem de trás, sempre seguidos de coceira e ardências, os grandes ficam nervosos, até deixam de me falar …